Internet das coisas: uma realidade que já acontece

No Brasil, a Internet das Coisas já é mais comum do que imaginamos. Televisões do tipo Smart que se conectam ao Youtube e Netflix já são fáceis de serem encontradas nas lojas populares. Vídeo games que conectam jogadores do mundo inteiro através da internet e câmeras de segurança que podem ser acessadas através de aplicativos de celulares, cada vez mais se tornam populares no país. 

De um modo resumido, esse conceito se refere à interligação em rede de objetos (dispositivos eletrônicos) do cotidiano à internet.

Inúmeros setores poderão trazer benefícios às pessoas através da Internet das Coisas, sobretudo o de saúde. Um dos exemplos que mais se encontra em pauta no momento talvez sejam os “automóveis autônomos”. Todo ano, centenas de milhares de pessoas morrem no mundo em acidentes de trânsito, na maioria absoluta das vezes devido à erros humanos. A tecnologia da Internet das Coisas, especialmente o surgimento de sensores com foco em segurança nos automóveis, apresenta um grande potencial de reduzir drasticamente os acidentes mortais.

A possibilidade da diminuição de mortes não se resume somente aos acidentes de trânsito. Paramédicos, por exemplo, podem utilizar dispositivos da Internet das Coisas para capturar dados críticos dos pacientes que estão atendendo na rua e transmitir tais dados imediatamente ao pronto-socorro destino da ambulância. Assim, no momento em que o paciente chegar ao hospital, os médicos já poderão ter um plano de ação em vez de perder tempo tentando entender a condição do paciente.

Os benefícios da Internet das Coisas não são direcionados somente a casos extremos de vida e morte, mas sobretudo estará fortemente presente no dia-a-dia das pessoas, gerando praticidade nas mais simples rotinas diárias.

Um termostato comum pode verificar na internet quais são as condições climáticas da região em que você mora e, através dessa informação, deixar o ar condicionado na temperatura ideal para quando você chegar em casa.

Sua geladeira pode apresentar informações relacionadas a preços de produtos, tabelas nutricionais ou até mesmo apresentar receitas baseadas no que você tem em casa.

Mas é claro que, com o avanço, também vem o cuidado redobrado com nossos dados, segurança e privacidade. Invasões de hackers poderão colocar em cheque sistemas de segurança diretamente ligados à internet, assim como dados pessoais coletados dentro de nossas casas poderão vir à tona.

Apesar disso, a Internet das Coisas (IoT, ou Internet of Things, em inglês) promete enormes benefícios para consumidores e empresas ao longo dos próximos anos.

Esse vídeo produzido pelo TecMundo explica de uma forma fácil como essa tecnologia poderá mudar nossas vidas.

Fontes:
Alexandra Avila/Digitalks
TecMundo